terça-feira, 16 de outubro de 2018

31. ACÁCIO CAINETE

"IMPERATRIZ MUNDI"/ 2016/ Óleo s/ tela/ 100x80cm
1.500,00€


ACÁCIO CAINETE— natural de Setúbal

Ao longo dos seus anos de atividade como artista plástico, já participou em mais de cem exposições colectivas e de grupo, no país e estrangeiro, bem como em oito exposições individuais. Atualmente a aperfeiçoar a técnica do hiper-realismo com o Mestre Gustavo Fernandes.

Presidente da Artiset – Associação de Artistas Plásticos de Setúbal, de 2007 a 2015.
Presidente da Mesa de Assembleia Geral da Artiset para o biénio 2017 / 2019.

EXPOSIÇÕES
PARTICIPAÇÕES (mais recentes a destacar)
“INCANTARTY” rassegna artística internazionale, Roma, Itália - Setembro 2
“1º SALÃO INTERNACIONAL DE ARTE FANTÁSTICA” Nazaré - Junho 2013
“AMIZADE E ARTE” Pontevedra, Galiza - Agosto 2013
“DE PROFUNDIS” Museu Oceanográfico da Arrábida - Outubro 2013
INTERNATIONAL SURREALISM NOW” Casa Roque Gameiro, Amadora – Janeiro 2014
“2º SALÃO INTERNACIONAL ARTE de BOLSO” Casa da Cultura, Setúbal – Dezembro 2014
“EM BUSCA DO AZIMUTE” (individual) Santiago do Cacém, Março 2015
“RETROSPECTIVE OF 25 YEARS”-Porto Art Gallery-Outubro2015
“WORLD INTERNATIONAL PHOTO & PAINTING” Casa da Cultura, Setúbal-Janeiro 2016
“ART GALLERY FERRAGUDO” Ferragudo - Março 2016
“FIARTE VII EDITION, DNA OF ARTISTS” Granada - Abril 2016
“XIV ARTIS”, Festival de Artes de Seia – Maio/Junho 2016
“X BIENAL DE ARTES PLÁSTICAS”, Vidigueira – Outubro 2016
“FRAGMENTOS” (Individual)-Galeria Vieira Portuense, Porto – Dezembro/Janeiro.2017
“INTERNATIONAL ZARCO, ACADEMY of ARTS” Madeira - Fevereiro 2017
“X. ROCNIK VELETRH U FOTOGRAFIE”, Praga – República Checa - 25 a 30 Março 2017
“SAKHAROV CENTER MOSCOW” - Rússia - Março 2017
“MERTOLARTE 18”, Mertola-Agosto 2018
“XI BIENAL DE ARTES PLÁSTICAS”, Vidigueira-Outubro 2018

TEM OBRAS:
Na Presidência da República – com gravuras inseridas no livro “Projecto Os Lusíadas - Manuscrito”
Na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Setúbal
No Museu de Arqueologia de Setúbal (instalação A MÁQUINA)
Na L.A.S.A. - Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão
Em diversas colecções particulares.

REFERENCIADO NOS LIVROS:
“MITOS da ARTE Antologia de Pintores Portugueses Contemporâneos“ - Sessão de lançamento no C.C.B., Anfiteatro do Museu Colecção Berardo - Julho 2009
Revista “ARTEIDEIAS” (nº 104 - Novembro 2011)
“PRÓSPERO” International ArtBook, 2012 Editora INSAT
“STATE OF THE ART” Artist`s Book, 2013 Editora Galeria Aberta
“STATE OF THE ART” Artist's Book, 2016 Editora Galeria Aberta

DISTINÇÕES:
Menção Honrosa de Prata na Mostra Ibérica de Artes Plásticas - S. Brás de Alportel 2011
Medalha de Prata na 2º ARTE EXP.- Oliveira do Bairro 2012
Menção Honrosa de Prata no Salão Internacional de Pintura de S. Brás de Alportel 2015

LIBERDADE DE EXPRESSÃO –SURREALISMO INOVADOR
“Para se falar de Acácio Cainete temos que fazer uma viagem a partir do século XIV começando por Hieronymus Bosch e outros seguidores até Salvador Dali.
Sendo assim, classifico o artista como pintor de “Arte Fantástica”, com apontamentos surrealistas.
Arte não muito definida desde os seus primórdios mas particularmente muito importante para a arte romântica, simbolismo e surrealismo.
A razão por vezes gera monstros e o artista no seu estranho universo cria ele próprio e pergunta a ele mesmo se o reino da fantasia tem significados num mundo estranho e extraordinário na vida e na arte.
Acácio Cainete com sua obra celebra a fantasia, a imaginação, os sonhos, o grotesco e visões de outros mundos, no seu mundo interior, rodeia-se de emoções, conflitos, pensamentos, choques, interpretações e muito mais.
Aí o artista gera outros fenómenos com agressividade nas cores, quer nos planos lisos ou nas técnicas mistas.
As suas imagens delicadamente assustadoras, animalescas e grotescas na tela confundem-se e cria um fenómeno que nos tira da nossa compostura social, política e religiosa.
Choca o espectador na descompostura com equilíbrio, nos azuis, vermelhos e verdes intensos.
Nas suas obras tais como “Homenagem à Mulher”, o autor mostra-nos um conflito romântico entre o fantástico e o surreal, seguindo as normas do surrealismo puro.
Para além da simples compreensão as imagens que nos apresenta existem em nós próprios e aparecem e vivem connosco quer em sonhos ou em realidades frente ao espelho.
Nos desenhos meticulosos e rigorosos, Acácio Cainete faz-nos viajar pelo mundo de fantasia e de histórias infindáveis, não precisando de cores para salientar ou criar ilusões de óptica, pois a própria fantasia e o grotesco habitam no suporte.
Resumindo a obra nas técnicas de acrílico, óleo ou mista, Acácio Cainete não se subjuga a qualquer tipo de jogos duvidosos técnicos e de cor, é ele mesmo impondo-se sem pressões.
A viagem com este pintor termina na assinatura do mesmo, rigorosamente desenhada “interrogando-me” se Acácio Cainete é um artista fantástico, surreal ou real… pois o mesmo é tudo isso e muito mais, um criativo no campo da Arte.
Arte Fantástica, Surrealista e Realista é um tema para os estudiosos, esperado que Acácio Cainete faça parte desses manuais para uma pesquisa profunda”.
Angelo Vaz, pintor
(texto do catálogo para a Exp. FRAGMENTOS)

Sem comentários:

Publicar um comentário

ARTE NA RAIA II